A 3.ª cardiotocografia (CTG)

 

Hoje a Sandra foi fazer o 3.º CTG ao Hospital do Barreiro para avaliar mais uma vez o bem-estar fetal. A duração foi de cerca de 20 minutos.

Foi a primeira vez que eu a pude acompanhar. Fomos naturalmente apreensivos já que ultimamente os médicos têm dito que o Diogo tem um batimento cardíaco mais lento que o normal. A primeira vez ainda disseram que poderia ser por causa da Sandra já estar há algum tempo sem comer, na outra vez, mesmo depois da Sandra ter comido bem, disseram-lhe que estava lento com cerca de 113 p.m., enquanto que os valores normais oscilam entre os 120 e 140p.m.. 

 O que é certo é que desta vez eu também fui e a enfermeira que nos acompanhou disse, enquanto verificava os resultados, que o batimento estava normal e que é comum haver variações de mais 20 ou menos 20.

Ficámos mais aliviados!

Mas o mais curioso soubemos a seguir.

A enfermeira disse que o bebé pressente e ouve o pai e que quando sente a sua presença os batimentos aumentam. E fez a experiência comigo.

Pediu para chegar mais perto e falar e o curioso é que quando falei os batimentos aumentaram logo. Ainda lhe perguntei se não seria por medo (eheheh) e ela disse que não. Era devido à atenção com que ele estava na altura. Foi lindo!

Até quando Diogo?

This entry was posted in Pessoal. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s